terça-feira, 27 de julho de 2010

Flúor em crianças

O debate sobre a real eficácia do flúor na prevenção de cáries e na manutenção de dentes saudáveis continua sendo pauta entre os especialistas. O grande problema detectado pelos dentistas são os excessos. Crianças menores de três anos devem utilizar pastas com certo critério. Como nesta idade não há coordenação motora para cuspir, a criança costuma engolir durante a escovação. O problema é que nessa fase da infância, a ingestão em excesso de pasta com flúor pode causar fluorose nos dentes permanentes, que são pequenas manchinhas brancas no esmalte.


São coisas pequenas que fazem a diferença. Como a água utilizada nas residências já é fluoretada, se a criança engolir o creme dental pode haver um excesso de flúor em seu organismo, o que contribui para a fluorose em crianças.
Por isso, fique alerta mamãe! Até o seu filho completar quatro anos de idade, utilize mínimas quantidades de pasta convencional ou opte por produtos com menores concentrações de flúor ou livres de flúor.


O uso de pastas de dente pode ser feito apenas a partir do nascimento dos primeiros molares. Produtos para bochecho podem ser dispensados se a criança tiver uma higiene bucal correta. É importante que  os pais realizem a escovação e o uso de fio dental nos dentes dos filhos.

A criança com menos de oito anos não tem coordenação motora para escovar e passar fio dental corretamente.  A orientação de um profissional também é importante para diminuir o risco de fluorose.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário